just say it, before it's too late

29.11.12


As pessoas tem mania de indireta.

Tanta mania de indireta que parecem que esquecem que podem muito bem vir falar com você quando algo está errado. Reconheço meu vacilo, mas ninguém precisava expor de maneira tão raivosa antes de vir conversar comigo. O que custava? Nem um real, apenas alguns minutos (que você, inclusive, usou para dizer pra Deus e o mundo "Temos aqui um vacilão!"). Deus e o mundo, temos aqui mais um vacilão, pois então. Eu iria compreender e entender se tivessem falado comigo. Se tivessem falado comigo, estaria tudo bem. 

Mas as pessoas tem mania de indireta, as pessoas tem mania de gritar pros quatro cantos seus mil e um desabafos. Então, fica aqui minha indireta em resposta à indireta. Da próxima vez, tratar comigo pessoalmente

Atenciosamente,
Eu mesma, magoada pra caramba. 

posted by autumn | Leave a comment (1)

movies: submarine

23.11.12

Submarine conta a história de Oliver Tate, um garoto peculiar que age de forma dramática e teatral, como se sua vida fosse realmente uma obra literária. Apaixona-se por Jordana, uma bully piromaníaca, desenvolvendo seu romance adolescente como se tivesse controle sobre todas as coisas que acontecem, como se ele estivesse escrevendo um livro e todas as ações ocorridas fossem já premeditadas. Também tenta salvar o casamento de seus pais ao acreditar que a mãe está em um caso com o seu novo vizinho hippie.


O clima narrativo e a esquisitisse de Oliver não são as únicas que chama a atenção no filme. A bela fotografia e a trilha sonora por Alex Turner (o vocalista de Artic Monkeys) dão um toque ainda mais especial. O filme, apesar de novo, tem aquele clima bom de que os filmes antigos têm.






O quão profundo é o oceano? 

Marcadores:

posted by autumn | Leave a comment (2)

illustration: stephanie pepper

15.11.12



Minha artista preferida é esta garota chamada Stephanie Pepper, ou Kippery, seu nick antigo. Depois de um tumblrcídio e deviantartcídio, que deixou muitos followers confusos e desesperados, a moça voltou a postar sua arte no novo tumblr. Ainda com poucos novos trabalhos desde a mudança, o que me fascina na moça, além do belo traço, é o ótimo uso de cor, o mix entre arte digital e tradicional. 

Em entrevista ao blog Mob Ground, a artista afirma: "Eu sempre quis fazer arte. Sou teimosa assim. Eu costumava implorar por meu pai me levar pra escola de arte, mas se eu não tivesse escolhido essa profissão acho que eu faria alguma coisa no campo médico. Talvez estudar pra virar cirurgiã ou coisa do tipo."

Resgatando alguns trabalhos mais antigos, é fácil ver que a garota adora cores, moda e filmes. Gosto aliás, muito semelhante ao meu. Abaixo, algumas amostras do fantástico trabalho desta artista.






Bem, espero que tenham apreciado o trabalho dela! Estou ainda me organizando para atualizar por aqui com mais freqüência. Outra coisa: o que vocês acham deste tipo de post? Gostam, não gostam? Acham que poderia melhorar? Sobre o que gostariam de ler neste blog?

Marcadores:

posted by autumn | Leave a comment (2)

entrar sem ser convidado

1.11.12

(hobbits definem tudo o que há de legal em amizade)

Você consegue diagnosticar o nível de uma amizade pelo tamanho da folga que você tem com seus amigos. Se você é capaz de zoar, rir o tempo inteiro, abrir a geladeira e perguntar se ele vai comer aquele leite condensado que está ali dando sopa, ah, sim, vocês são amigos. E principalmente se você consegue entrar sem ser convidado. E não se sentir mal por isso.

Não me levem a mal. Não estou falando de ser simplesmente folgado, mas de conhecer realmente a fundo a pessoa a ponto de saber o que a incomodaria ou não. Se você conhece tão bem uma pessoa a ponto de conseguir interpretar cada expressão facial e quase saber o que ela pensou quando você falou sobre fulaninho na hora do almoço. Você é muito mais você - até porque seus amigos vão saber se você estiver mentindo.

Ser você mesmo. No mundo, buscamos o tempo todo nos destacar, ser diferentes, delimitar nosso espaço. Criamos uma barreira invisível de individualidade. E os seus amigos são os poucos que conseguem te tirar deste mundo particular e, principalmente, lhe colocar fora da zona de conforto. E isso aí, tá na roda, deixa de vergonha e fingimento e seja você mesmo. 

Amizade é uma das melhores sensações do mundo. Rir até os músculos faciais e a barriga doer. Xingar quando seu amigo está fazendo besteira. Brigar e fazer as pazes de novo (no mínimo) umas mil vezes. Se mais você, contar coisas retardadas e atrapalhar o almoço alheio. Falar, sem querer, o nome verdadeiro do seu amigo mesmo ele se escondendo de todas as forças malignas da Terra Média. E tudo isso, sem ter nunca sido convidado para fazer parte da festinha particular que é a nossa vida. 

Eu digo, é lindo entrar sem ser chamado. 


Marcadores:

posted by autumn | Leave a comment (5)
«Previous | Home | Next»