finalmente férias e... filmes!

31.3.13

É, férias.

Finalmente posso acordar na hora que eu quero pensando "Oh, o que tenho para fazer hoje? Ah é, nada!". Este é um dos meus sentimentos preferidos. E aí posso me dedicar às minhas leituras, ao blog (e ao layout novo dele!).

Aproveitando que estou nesse período folgado, consigo finalmente me colocar em dia com os filmes que queria ver e atualizar a tag que estava abandonada. Assisti recentemente dois filmes que me deixaram muito feliz e que provavelmente todos já assistiram antes de mim.

The Perks of Being a Wallflower (As Vantagens de Ser Invisível)


Eu não colocava muita fé de que o filme fosse ser bom. Eu tenho aquela síndrome-hipster-bocó de que se algo é muito popular não deve ser bom ou deve ser cliché demais. Até que alguns amigos próximos meus assistiram e recomendaram o filme. Eu não costumo me envolver tanto com filmes, mas na metade do filme eu estava chorando e soluçando que nem criança. Não consegui ver tanto sentimento sem me emocionar junto e me identifiquei com muitas partes do filme. 

Baseado no livro homônimo de Stephen Chbosky (para saber mais sobre o livro, leia a resenha linda do Das Galáxias!). Envolvendo temas como introversão, sexualidade e amizade, o filme consegue com primor passar emoção para quem o assiste. Charlie é calouro do ensino médio, apreensivo e inseguro devido a morte de seu único e melhor amigo Michael. Embora introvertido, é acolhido por Patrick e Sam, por quem ele se apaixona. A trilha sonora do filme também é incrível. Mais uma para a lista de trilhas sonoras que eu amo (ainda faço um post sobre elas!).

Cloud Atlas (A Viagem)


Desde que eu vi este trailer, quis muito assistir ao filme (o trailer é tão lindo que eu continuo revendo ele mesmo depois de ter visto o filme). Eu sei quando gostei de um filme quando fico repassando ele em minha mente e o discutindo com outras pessoas. São seis histórias interligadas de alguma forma, indo do século XIX a um futuro pós-apocalíptico. Adoro a forma como são conectadas cenas tão distintas, criando uma unidade inacreditável ao filme. A trilha sonora é suave e permeia o filme como um som ambiente, tornando cada momento e cada fala do filme únicas. Ah, ele também é baseado em um livro (o qual quero muito ler também <3)


Bem, estes foram os filmes que vi e me apaixonei nos últimos dias. Ainda tem alguns por vir, nesta uma semana de férias. Espero que vocês tenham gostado e vejam os filmes (se ainda não viram, já que não são necessariamente velhos).

Marcadores:

posted by autumn | Leave a comment (11)

20 anos com comida, muita comida

24.3.13

Só para deixar bem claro: não larguei você, blog. Só parei de postar um pouquinho porque a vida ficou complicada. Agora, finalmente férias da faculdade e serei toda sua, querido blog. Vou até lhe dar uma roupinha nova como símbolo do nosso amor.

Estou burlando minhas próprias regras de postagem, porque quinta-feira foi meu aniversário! Bem, esse ano, como estou envolvida em mais de um círculo de amigos + família, acabei comemorando três vezes, duas antes do meu aniversário e uma no dia.

A primeira foi no dia 13, com os amigos da faculdade, dia que escolhemos como intermediário entre o meu aniversário e o aniversário do Marcelo. Resolvemos que naquele dia, nada de RU e fomos comer comida japonesa no Taisho. Depois disso fizemos o brownie do Rolê Gourmet na casa do Kaio, que ficou com uma consistência bizarra e gosto ruim (não sei se por culpa da receita ou por culpa nossa haha), mas comemos quase tudo e ficamos fofocando com nossas barrigas cheias depois.


Primeira foto: todos gordos depois de um almoço (caro) e delicioso no Taisho Express. Segunda foto: eu raspando panela, Isis me sujando, nosso brownie antes de ir pro forno. Terceira foto: Ju querendo brownie, antes de descobrirmos que estava muito ruim (nota: copos e canecas de eventos).

(Cliquem nos links dos meus amigos! Pra já!)

Como os meus amigos do ensino médio e amigos da faculdade acabam sendo um grupo muito separado, decidir chamar os do ensino médio para comemorarmos no New York Cafe, no dia 20. No fim, acabamos indo também no Bella Banoffi (adorei o ambiente e o atendimento!).




Algumas das delícias que comi no dia e o ambiente do Bella Banoffi (e sim, eu sempre como um pedacinho antes de lembrar de botar a comida no instagram haha). Cheguei em casa gorda de tanta coisa que comi, e muito feliz. Amigos, vocês são demais!

No dia 21, meu aniversário oficial, comemorei em casa com a família. Minha mãe fez um bolo colorido para mim e fomos muito felizes até o dia em que o bolo acabou, dia 23. RIP na minha barriga, bolo lindo. Tinha brigadeiro e coxinha também 8D



O bolo antes de ir pro forno, no começo da tarde. De noite, eu sobrando minhas 20 velinhas. E o bolo em si, pronto e colorido. 

Acho que eu nunca comemorei tão bem o meu aniversário! Fica a idéia de fazer igual para os próximos anos. Eu estava um pouco insegura em estrar para a vintolêscencia, mas agora estou bem feliz com a minha idade. Comemorei de jeitos divertidos e estou muito otimista para esse ano. Meu aniversário acaba sempre funcionando para mim como uma espécie de ano novo, cheio de renovações e tudo mais.

Bem, por hoje é isso. Voltarei a postar na freqüência normal agora. 

PS: agora tenho instagram! Quem quiser seguir, clica ae. Tem fotos de comida, porque eu sou assim pançudinha. 

posted by autumn | Leave a comment (3)

futuro e direções

2.3.13


Sabe aquele intervalo na rotina exaustiva onde você pensa sobre quem você é e para onde está indo? Você se pergunta: por que estou fazendo isso? Para onde vou depois disso? Onde estarei daqui a 10 anos? São perguntas difíceis de se responder, ainda mais se você não sabe a resposta para a pergunta: quem eu sou? O que me faz feliz?

Hoje eu tive a incrível oportunidade de me conhecer a fundo, em uma palestra sobre carreira. Descobri que as coisas que anseio parecem tão distantes porque eu as faço distantes. O futuro é logo ali, basta querer e procurá-lo. 

Os resultados dos testes aplicados durante a palestra foram interessantes. Descobri que gosto mais de viajar e que não me importo em correr riscos, em ter uma vida estável e previsível. Descobri que quero conhecer o mundo, que tenho algumas travas que preciso superar para que eu me torne mais independente, mais carismática, mais louca. O que você é e o que você quer ser independe de dinheiro. 

Este vídeo abaixo é o meu preferido sobre o tema.



E se não existisse dinheiro? O que você seria?

posted by autumn | Leave a comment (4)
«Previous | Home | Next»